Radicchio Rosso

O Radicchio Rosso ou chicória-vermelha é um produto hortícola de origem bastante antiga. Largamente conhecido em Itália no mercado de produtos frescos cortados, já desde tempos remotos, apresenta uma grande diversidade de formas e cores, que vão desde o mais comprido, com a cabeça vermelha - o tipo Chioggia -, ao mais largo e alto, também de cor avermelhada  - o tipo Treviso -, ou, inclusivamente, ao de tons mais verdes e matizado com riscas vermelho escuro - o tipo Variegato di Lusia -. Uma das características significativas deste produto reside na sua vida útil: muito mais longa, quando comparada com a de outros produtos hortícolas de folha, como a alface ou os canónigos. A criação de variedades híbridas (por parte da Bejo) veio não só conferir uniformidade e qualidade ao produto, mas também aumentar o seu rendimento, pelo que atualmente é considerado um produto "de todo o ano".

Na Península Ibérica foi implantado um programa global de produção do Radicchio Rosso, destinado a facilitar o seu fornecimento ao longo de todo o ano. Em Espanha, a maior parte da produção é utilizada na indústria de produtos hortícolas cortados e acondicionados (gama IV), apreciado quer pela qualidade conferida às embalagens e à grande facilidade de manuseamento, quer, sobretudo, pela sua sanidade e conservação em bom estado dentro das embalagens, bastante superior à de outros produtos de cor vermelha. 

Dotado de um elevado conteúdo em fibra (70%) e de um apreciável conteúdo em Fe, Ca e Vitamina C (10 mg/100 g).

Trata-se de uma planta rústica, mas com preferência por solos férteis e profundos, moderadamente compactos, cujo sistema de cultivo consiste no plantio. O seu manuseamento é semelhante ao da escarola, embora com determinadas especificidades que os diferenciam.

Ler mais
Avançar