A Bejo ibérica produz e comercializa, principalmente, microbolbos de cebola de dias curtos para serem utilizados na produção de cebolas em molhos no outono, inverno e primavera. A principal razão de usá-los na produção de molhos é porque são a matéria-prima essencial para obter a melhor qualidade e rendimento. Os molhos colhidos durante o outono e inverno devem ser semeados no verão, sendo, nesta altura, muito caro e quase impossível fazer o cultivo por meio de semeadura direta ou de transplante.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DE UTILIZAR MICROBOLBOS NA PRODUÇÃO?

  • Produção de molhos no outono e inverno
  • Colheita precoce de primavera
  • Molhos e bolbos secos em latitudes tropicais
  • Bolbos finais com maior teor de matéria seca
  • Melhor controlo das ervas daninhas
  • Redução da utilização de herbicidas
  • Menor preparação (lavoura) do terreno
  • Redução do stress nas primeiras fases de cultivo
  • Possibilidade de cultivo ecológico

TIPOS DE EMBALAGEM E CALIBRAGEM

A Bejo oferece microbolbos calibrados entre 10 e 27 mm.

  • Cultura de outono : semeadura de julho a setembro. O tamanho recomendado varia entre 16 e 27 mm. Os calibres mais grossos podem dar origem, em função da meteorologia, a duas cebolas novas ou mais. O crescimento é muito rápido e a colheita pode ser feita em cinco semanas.
  • Cultura de inverno: utilizam-se microbolbos de 10 a 19 mm. Os de menor calibre registam um desenvolvimento mais lento da folhagem, evitando assim a floração, e as cebolas são mais uniformes, pesadas e com maior capacidade de conservação.
  • Cultura de primavera e verão: no caso da variedade de cebola de dias longos é necessário que, antes de semear, os microbolbos tenham sido sujeitos a um tratamento especial durante o armazenamento. Para tal, convém seguir os conselhos dos nossos técnicos e pedimos que façam as encomendas com a devida antecedência.

Para mais informações fale com um dos nossos técnicos.

 

Calibre 10/16

16/19

19/21 21/24 24/27
Bulbos por embalagem 5.000 5.000 3.500 2.500 1.500

 

Cropalyser App

DOENÇAS E PRAGAS. CROPALYSER

As principais doenças e pragas que atingem esta cultura são:

  • Míldio (Peronospora destructor)
  • Queima das folhas (Botrytis squamosa)
  • Podridão do colo por fungos (Botrytis Alli)
  • Queima-das-pontas (Botritys allii o Botritys spp.)
  • Podridão Basal (Fusarium Oxysporum sp)
  • Mosca da cebola (Delia antiqua)
  • Tripes da cebola (Thrips tabaci)

A Bejo desenvolveu a aplicação Cropalyser disponível para todos os seus clientes e contactos. No âmbito da análise e do reconhecimento de pragas e doenças de culturas, a Bejo quer partilhar os seus conhecimentos e experiência com todos os seus parceiros da cadeia hortícola.

Descarregar Cropalyser

Download Cropalyser voor iPhone Download Cropalyser voor Android

A aplicação para analisar as suas culturas!